QUEM SOMOS    

PROJETO CRIAÇÃO DE ÁREAS

PROTEGIDAS MUNICIPAIS NO MATOPIBA

Desafios globais como as mudanças climáticas, o crescimento populacional e a demanda mundial por alimentos impõem aos moradores do campo e das cidades a necessidade da conservação do Cerrado.

 

Os incentivos econômicos para a monocultura bem como o crescimento das cidades e o aumento do uso de recursos naturais trouxeram grandes mudanças nas paisagens naturais do bioma, resultando em fragmentação do habitat, perda de biodiversidade, desmatamento, erosão do solo e diminuição na disponibilidade da água.

 

A mudança rápida e extensiva do uso da terra do Cerrado, especialmente no MATOPIBA, fronteira agrícola que compreende os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, reforça a necessidade de implementar estratégias eficazes de conservação em seus remanescentes naturais.

Ainda existem fragmentos de vegetação natural de grande importância para o meio urbano e rural que merecem ser valorizados, protegidos e gerar benefícios à sociedade. A criação de espaços protegidos é a meta do projeto Criação de Áreas Protegidas Municipais no MATOPIBA, que tem com o objetivo ajudar a expandir uma rede de conservação do Cerrado, especialmente nas regiões que são consideradas áreas-chave para a biodiversidade. Essas áreas englobam justamente a porção centro-sul  do Tocantins e o oeste da Bahia, além de arredores do MATOPIBA.

Nossas ações

Buscamos identificar iniciativas de proteção de áreas naturais em escala municipal e prestar apoio direto a iniciativas locais, cooperando em nível regional para a criação de Unidades de Conservação e outras áreas protegidas nos municípios, na paisagem urbana ou rural, como:

  • Áreas de manejo extrativista da biodiversidade e de desenvolvimento sustentável;

  • Estações e reservas ecológicas de proteção da ora e da fauna;

  • Parques e florestas naturais municipais;

  • Jardins botânicos e hortos florestais;

  • Monumentos naturais de interesse local;

  • Áreas de proteção de mananciais de água;

  • Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN);

  • Áreas de proteção da vida silvestre e de recursos naturais.

ÁREA DE ATUAÇÃO

A região do Matopiba foi escolhida pelo projeto devido a sua importância social, econômica e produtiva. Inicialmente, nossa atuação acontece em duas áreas focais:

Os benefícios aos municípios interessados na criação de áreas de proteção municipais podem incluir, entre outros, o apoio direto a ações visando:

• Criação de unidades de conservação e de outras áreas de proteção ambiental municipais;

• Mapeamentos e estudos sobre potenciais áreas para proteção da natureza;

 

• Gestão ambiental de áreas protegidas;

 

• Capacitação de gestores municipais para a criação de áreas preservadas;

 

• Proteção de recursos naturais de importância municipal, como mananciais de captação de água, monumentos naturais de interesse turístico, produtos coletados pelo extrativismo no Cerrado, fragmentos de vegetação e da fauna nativa do Cerrado, entre outros;

Proporcionar benefícios sociais e econômicos à sociedade local, por meio da ampliação das áreas municipais protegidas, como:

• Maior contato da população com a natureza preservada;
 

• Uso sustentável dos recursos naturais, da ora e da fauna;
 

• Valorização da produção extrativista local;
 

• Promoção do turismo local;
 

• Oferta de espaços ao ar livre para a prática de esportes e de lazer;

 

• Segurança para o abastecimento de água;
 

• Educação ambiental.

CERRADO

BERÇO DAS ÁGUAS

 

CONCURSO FOTOGRÁFICO

PROJETO CRIAÇÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS MUNICIPAIS NO MATOPIBA

cerrado@iieb.org.br

Designed by Cajuí Comunicação Digital